Página Inicial

Página Inicial do Blog

Share/Bookmark

 

Belo Horizonte - 12 de julho de 2010
Segunda-feira - 01h24min


Férias?!? Que férias?!?.

Mais uma vez, eis que chega o fim do semestre acadêmico.

-(leitor) Bom isso, não é mesmo, Bigus? Agora as férias....

Pois é. É disso mesmo que eu quero tratar.

O que você entende por férias? Férias, que eu saiba, têm a ver com aquilo que acontecia no fim do ano, na época em que eu era criança. Tratava-se de um período não só de recesso escolar, mas de tanta tranqüilidade, tanta falta de deveres e obrigações, que chegava ao ponto de ser chato.

Em outras palavras, as férias eram tão boas que me faziam ter vontade de que acabassem. Eram um descanso tão grande que sempre me deixavam mais descansado do que eu sentia que precisasse. Mas isso, obviamente, não era algo que eu sentisse logo no início do período de descanso. Para dizer a verdade, assim que as aulas acabavam eu me sentia tal como as crianças desta foto, datada de 1968, em que ficou registrada a saída da última aula para o início das férias.

Hoje, contudo, os recessos não têm o mesmo sentido que as férias outrora tiveram. Até mesmo porque, nós, os adultos, em regra, não podemos jogar tudo para cima, como podem as crianças. E nem conseguimos nos desvencilhar daquilo que falta resolver, ou esquecer.

Parafraseando o gato do teatro, Asparagus (aspargo), do musical Cats Brasil: "Recessos de hoje já não dão emoções, como davam antigas interrupções".

Não, não.... Eu não estou "de férias". Apenas terei um tempo para "lamber as feridas" e cuidar de outros deveres "adormecidos", sem me preocupar em ser sorridente, didático, acessível, compreensível, ou algo que o valha, senão nos autos.

Blog do Bigus - Copyright © 2008-2010 - Claudio Henrique Ribeiro da Silva - Alguns direitos reservados.